Assaltantes presos em Ijuí eram do PCC. Foram transferidos para Charqueadas - Agora Já -

Assaltantes presos em Ijuí eram do PCC. Foram transferidos para Charqueadas

Foto:
16 de novembro de 2013

Um plano da organização criminosa Primeiro Comando da Capital de São Paulo para se infiltrar nos presídios gaúchos e assumir o trafico de drogas no estado foi desarticulado. Em operação interestadual desenvolvida nesta quinta-feira, 14, a Polícia Civil identificou 61 integrantes do PCC em atividade no estado.

 

Vinte e seis pessoas receberam ordem de prisão. Do total, 21 são apenados recolhidos nos presídios de Ijuí, Uruguaiana, Carazinho, Passo fundo, Santa Maria, Guaíba, porto Alegre, São Luiz Gonzaga e Charqueadas. A operação interestadual identificou ainda um detento em Petrolina, estado de Pernambuco e outro em Dourados, Mato Grosso do sul. Outros 14 criminosos foram detidos durante os 11 meses de investigação da operação pirâmide.

 

Em Ijuí, três apenados que se encontravam recolhidos à Penitenciária Modulada e que tinham ligação com o PCC foram transferidos para a penitenciária de alta segurança de Charqueadas, onde foi criada uma ala especial para os integrantes do Primeiro Comando da Capital . São eles: Leonardo Almeida da Silva, Jucemar Ribeiro e Fabiano tomas. Leonardo é um dos principais responsáveis para ligação com o PCC.

 

Ele foi o autor da tentativa de arrombamento dos caixas eletrônicos da agência do Banrisul de Três de Maio. Em maio do ano passado, a Polícia Civil frustrou um roubo a caixas eletrônicos do Banrisul, em Três de Maio. Ao todo, cinco pessoas foram detidas. Os criminosos foram monitorados em Santo Ângelo e a polícia já sabia que eles assaltariam algum banco na região. A Polícia flagrou o momento em que os bandidos tentavam arrombar caixas eletrônicos no centro da cidade, por volta das dez da noite.

 

Mais de 50 policiais civis participaram da ação. Dois criminosos entraram na agência, enquanto outros três davam cobertura no lado de fora, em dois veículos. A polícia chegou a efetuar disparos para intimidar os criminosos, mas ninguém ficou ferido. De acordo com investigações da Polícia Civil, os bandidos são naturais de Joinville, Santa Catarina, e fazem parte da mesma quadrilha que já realizou outros ataques a bancos na mesma região. Eles foram levados para o Presídio de Santa Rosa.

 

Fonte: Portal Paulo Marques


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.