Cai para 3 mil o número de atingidos pela chuva no RS, diz Defesa Civil - Agora Já -

Cai para 3 mil o número de atingidos pela chuva no RS, diz Defesa Civil

Foto:
13 de novembro de 2013
O número de pessoas atingidas pela chuva no Rio Grande do Sul caiu de cerca de 3,4 mil para 3.053, conforme apontou boletim divulgado na noite de terça-feira (12) pela Defesa Civil. São 1.148 desabrigados e 2,3 mil desalojados. Cerro Branco, no Vale do Rio Pardo, é a 38ª cidade a comunicar problemas decorrentes das cheias.
A única cidade a ter redução no número de afetados pela chuva foi Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre, uma das mais atingidas. Metade dos 800 desalojados conseguiu retornar às residências.
Até o momento, três pessoas morreram e uma criança está desaparecida com as enxurradas no Rio Grande do Sul. O relatório divulgado pela Defesa Civil às 18h de terça-feira informa ainda que o decreto de situação de emergência feito pelo município de Fontoura Xavier foi homologado pelo estado.
Segundo a Brigada Militar de Sobradinho, cerca de 10 famílias precisaram ser removidas de suas residências no final da noite de segunda-feira (11) devido aos alagamentos.
Esteio é a cidade com mais desabrigados, ou seja, que deixaram suas casas para ir a abrigos municipais. São 205 no total. A Defesa Civil registrou alto volume de precipitação pluviométrica, que atingiu bairros como São José e Liberal.
Já a maioria dos desalojados se encontra em Quaraí, na Fronteira Oeste. De acordo com a Defesa Civil, 1 mil pessoas saíram de casa para residências de parentes, vizinhos ou outro imóvel após o vendaval seguido de tempestade. No município também teve queda de granizo.
As mortes foram registradas em Candelária e em Bom Princípio, no Vale do Rio Pardo. No primeiro caso, uma mulher morreu soterrada após uma árvore cair sobre uma estufa de fumo, que desabou.
Uma criança segue desaparecida. Bombeiros retomaram as buscas na manhã desta terça-feira (veja o vídeo).
No outro caso, um deslizamento de terra de um morro que fica perto de uma área residencial atingiu uma casa, que desmoronou. Morreram uma jovem de 19 anos, e sua filha, de sete meses. O pai, de 22 anos, teve fratura em uma das pernas e foi internado em um hospital.

(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.