Casal é preso investigado por matar taxista para roubá-lo - Agora Já -

Casal é preso investigado por matar taxista para roubá-lo



Mulher de Panambi confessa o crime que teria sido praticado em conluio com um homem de Condor,confirmando a hipótese de latrocínio que vinha sendo seguida pela polícia.

Foto:
31 de Maio de 2018

Em pouco mais de duas semanas, a Polícia Civil de Frederico Westphalen conseguiu esclarecer a morte do taxista Ervino Sabino da Silva, 68 anos, assassinado com dois tiros na noite de 13 de maio.

 

Um casal de namorados, sendo um homem de Condor e uma mulher de Panambi, foram presos, como suspeitos de latrocínio, nesta quinta-feira(31) e encontram-se no Presídio Estadual de Frederico Westphalen.

 

Em nota à imprensa o Delegado Eduardo Nardi, que preside o inquérito, informou que segundo as investigações, a  mulher, residente em Panambi, teria solicitado na noite de 13 de maio que o táxi conduzido pela vítima fosse até a estação rodoviária de Frederico Westphalen, a fim de realizar o transporte dela até Erval Seco. Naquela cidade, o namorado da mulher, que mora em Condor, ingressou no veículo e fez com que o motorista os levasse até o interior de Redentora, lugar que anunciou o assalto e depois efetuou os dois disparos de arma de fogo que o mataram.

 

Foram subtraídos da vítima aparelho celular, dinheiro em espécie e documentos pessoais, bens que ainda não foram recuperados. Além dos dois mandados de prisão temporária, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, dois na cidade de Condor e um em Panambi. Agentes de Frederico Westphalen, Condor, Panambi, Seberi e Vicente Dutra apreenderam diversos objetos atinentes à investigação (como aparelhos celulares, notebook e peças de vestuário) e uma espingarda de pressão adulterada para calibre .22.

Um caso semelhante ocorrido em 2015

De maneira rápida, a Polícia Civil recentemente esclareceu um caso parecido. Na madrugada de 5 de junho de 2015, o taxista e morador de Frederico Westphalen Antônio Frighetto, 73 anos, também foi vítima de latrocínio. Em poucas horas, no mesmo dia da localização do corpo, agentes prenderam em Caiçara o auxiliar de pedreiro Junior de Azevedo, na época com 28 anos, ocasião em que confessou ter sufocado a vítima e fugido com o táxi – do qual tirou a identificação, jogou à margem da rodovia e depois abandonou o carro perto de uma boca de fumo –, um celular, três chips, um isqueiro e dinheiro. Ele foi condenado a 20 anos de reclusão, em regime inicial fechado, pelo crime de latrocínio.

 

Relembre o caso atual :

 

O cadáver do taxista Ervino Sabino da Silva foi localizado na manhã de 14 de maio, em uma estrada rural no interior de Redentora. Já o Voyage prata que Silva usava como táxi estava abandonado na linha Lajeado Grande, em Erval Seco.

 

Morador de Frederico Westphalen, em casa, o idoso assistia ao jogo pela televisão no domingo quando recebeu uma ligação em seu celular de alguém solicitando uma corrida perto das 19h30. Ao verificar que o marido não retornava, sua mulher tentou ligar para o celular, que desde então consta como desligado. A família não conseguiu contato, nem teve mais notícias suas. O taxista deixou a esposa e um casal de filhos.

 

Fonte: folhadonoroeste.com, edição 31/0/2018-Foto: Polícia Civil

 

A vítima tinha 68 anos.


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.