Como ficar rico? - Agora Já -

Como ficar rico?

Foto:
13 de março de 2017

Ser rico é uma vontade/preocupação de muitas pessoas, desde muitos séculos. Há muitos livros, artigos, enfim, uma enorme quantidade de receitas para atingir a riqueza. Mas, há, pela ordem, apenas três formas de ser/ficar rico: herdando, roubando e trabalhando. Muitas pessoas, que jamais ficarão ricas, acreditam que a ordem está invertida. As poucas, que realmente são ricas, silenciam sobre as duas primeiras.

Herdar e roubar em algumas vezes se confundem. Por “roubo” deve-se entender toda aquela prática que causa lesão aos menos favorecidos. Seja realizada por pessoas, empresas ou instituições, de agora e sempre. Afinal, o profeta Isaías já sentenciava, a muitos séculos passados: Ai dos que decretam leis injustas e dos escrivães que escrevem perversidades,  para prejudicarem os pobres em juízo, e para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo, e para despojarem as viúvas, e para roubarem os órfãos!”

A sequencia de citações bíblicas tem razão no fato de que ao longo da história ela foi usada para justificar as práticas de exploração, ainda, que seus textos, quer no seu contexto, para não termos um pretexto, sempre asseverou o contrário. Obviamente que poderíamos citar do Genesis ao Apocalipse a opção pelos pobres da Bíblia, mas, novamente ficaremos com mais três citações, além, desta passagem já citada de Isaias.

Tiago um dos autores diz que “o salário que fraudulentamente retivestes aos trabalhadores que ceifam os vossos (dos ricos) campos clama”. Na década de 1970, nos EUA, alguém atribuiu todo o capítulo 5 deste livro a uma “herege” feminista. Não poucos pastores queriam explicações ou a “cabeça” desta “marxista”.

Mas se Marx escreveu a Bíblia, e o texto de Tiago é do “velho” Karl, então o que muitos atribuem a Salomão no seu Eclesiastes, talvez seja obra ou ao menos tradução do “jovem” Marx. “Também vi eu que todo o trabalho e toda a destreza em obras provêm da inveja que o homem tem do seu próximo. Também isso é vaidade e desejo vão”.

Eclesiastes tem uma série de recomendações sobre o “ciclo vicioso” da riqueza, ou seja, o desejo desenfreado de mais e mais, que jamais tem fim, ou traz paz. Mas, isso é uma preocupação para poucos, já que poucos são ou serão ricos. Mas, só para completar, não há nenhuma advertência para aqueles (bem poucos) que sendo ricos, ultrapassam os camelos e chegam ao Reino dos Céus.

 

Natanael Mücke
Economista – CRE-RS 6593
(55) 3321 1300 – 1314
Secretaria de Planejamento e Finanças de Cruz Alta

(55) 98431 5669


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.