Como vai a sua Ansiedade? - Agora Já -

Como vai a sua Ansiedade?

Foto:
31 de agosto de 2017

Cada vez mais, a ansiedade elevada tem afetado um número significativo de pessoas, e isso tem relação também como o fato de vivermos em uma sociedade cada vez mais urgente, em um mundo em que demanda estar “conectado” o tempo todo como um sinal de eficiência, e onde acabamos por deixar, muitas vezes, de nos conectar a nós mesmos.

Todos nós passamos por estados emocionais variados. Dentro de certos limites a ansiedade é natural e considerada saudável quando incita as pessoas a agir e procurar encontrar soluções frente a algum problema. Porém, atenção! Viver com ansiedade em níveis sempre elevados é um sinal importante.

Quando a ansiedade pode se tornar uma doença? Quando a ansiedade se desregula, se torna tão frequente, ou tão intensa que passa a causar sofrimento e interferir na rotina diária. O que vai caracterizar um estado como patológico é quando estas situações dominam a vida mental, quando o sofrimento emocional passa a ocupar um grande lugar e nos impede de viver outras experiências.

Os transtornos de ansiedade têm como manifestação principal um alto nível de ansiedade, um estado emocional de apreensão ou medo, pode haver também uma expectativa de que algo ruim aconteça acompanhado de reações mentais desconfortáveis e sintomas psíquicos como: desespero, sensação de morte iminente, angústia, vontade de sair correndo, tensão e inquietação. A pessoa pode apresentar também insônia, irritabilidade, perda da concentração, entre outros. Há ainda, a presença de sintomas físicos, como por exemplo: Aumento da frequência cardíaca, sudorese intensa, dor no peito, dores de cabeça, dificuldades de respirar, tonturas, formigamentos e dores de estômago.

Não existe um fator único que explique o desenvolvimento de determinado transtorno de ansiedade, de um modo geral, apresentam fatores psicossociais (psicologia individual e a vida social), mas podem existir, ainda, fatores de natureza biológica. Em todos os casos, o primeiro passo sempre será reconhecer o problema e buscar ajuda especializada.

O tratamento das perturbações de ansiedade pode conjugar o acompanhamento psiquiátrico em conjunto com a psicoterapia. O acompanhamento psicológico é fundamental e será importante não só pelo desconforto e impacto negativo que a ansiedade tem na qualidade de vida de quem sofre, mas também pelo fato de poder se tornar progressiva, isto é, poder piorar com a passagem do tempo.

De modo geral, todos os transtornos de ansiedade respondem muito bem ao acompanhamento psicológico. A escuta e a fala em psicoterapia buscará tratar a ansiedade na resolução dos conflitos internos da sua origem. Permite buscar o controle da ansiedade, ajudando também a pessoa a aprender a lidar com os acontecimentos da sua vida de forma mais eficaz, restaurando assim a capacidade de prosseguir construindo a vida e respondendo de outro modo aos desafios.

Para finalizar, deixo algumas dicas importantes para você que esta percebendo que a sua ansiedade se desregulada com frequência ou, para você que convive com alguém que esta passando por isso:

-> Tome a decisão de mudar e permita ser ajudado procurando um profissional especializado para avaliar.

-> Invista em você! A terapia é um investimento em você mesmo.

-> Faça algum tipo de atividade física! Cada vez mais sabemos que aliar a prática de exercícios físicos regulares estimula o organismo de forma a ajuda no combate a ansiedade e outras questões emocionais.

-> Construa um sistema de apoio, o suporte dos amigos e familiares será sempre importante.

-> Ansiedade elevada não é legal e você pode não saber pelo que o outro está passando. Então, não julgue ou critique quem esta passando por isso, busque ajudar! Auxilie a pessoa a procurar ajuda especializada.

Ciana Dill

Psicóloga | CRP 07/23963

Psicóloga de crianças, adolescentes e adultos

Especialista em problemas do desenvolvimento na infância e adolescência | Formação em processos do luto e da perda

Fone (55) 99968-0733 | WhatsApp (55) 99161-7086

Rua Alfredo Brenner, nº 435 – Centro – Panambi/RS (em frente ao CEP)


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.