Delegados de polícia suspendem diálogo com governo do RS - Agora Já -

Delegados de polícia suspendem diálogo com governo do RS

15 de novembro de 2011

Os delegados de Polícia anunciaram que, mais uma vez, ficaram insatisfeitos após audiência com o governo do Rio Grande do Sul, e que o descontentamento com as negociações está cada vez maior. O presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Rio Grande do Sul (Asdep-RS), Wilson Müller, relatou que foi pedida pausa de uma semana no diálogo com o Executivo, e que as mobilizações anunciadas vão continuar.
Müller ironizou a resistência do Palácio Piratini em garantir a equiparação com os procuradores do Estado. Para ele, isso representa um desrespeito a decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmando ser necessário “recorrer ao Tribunal de Haia”.
O secretário da Casa Civil, Carlos Pestana, garante que melhorou a proposta, oferecendo o índice de 10% de uma só vez e adiantando, de julho para abril do ano que vem, um novo debate por melhores salários. Pestana salientou, ainda, que a Asdep ingressou com ação na Justiça em junho contra o RS exigindo a equiparação, e que é preciso aguardar a sentença final para então respeitar a deliberação judicial. Segundo o secretário, foi por essa razão que os delegados pediram para interromper as negociações, a fim de avaliar, em assembleias pelo Interior gaúcho, a hipótese de retirar a ação.
Em discurso durante a Romaria de Nossa Medianeira, em Santa Maria no domingo, o governador Tarso Genro afirmou que a ameaça dos delegados é algo normal e que faz parte do jogo da democracia. Tarso afirmou ainda que o governo vai tratar a categoria com respeito, diálogo, mas nunca fugindo da responsabilidade orçamentária do Estado.


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados