Equador dá asilo a criador do WikiLeaks - Agora Já -

Equador dá asilo a criador do WikiLeaks

Foto:
17 de agosto de 2012

Equador dá asilo a criador do WikiLeaks: O chanceler equatoriano Ricardo Patiño disse ontem que seu pais concedeu asilo político a Julian Assange, criador do site WikiLeaks, que se encontra refugiado na embaixada equatoriana em Londres. Famoso por revelar assuntos sigilosos de grandes Nações, principalmente os EUA, o jornalista passou a ser odiado tanto quanto Osama Bin Laden e corre o risco, de sofrer pena de morte caso viesse a ser extraditado para a Suécia. (…)

… Acusações contra o jornalista são inócuas: – Assange no ano passado revelou milhares de documentos contendo informações confidenciais da diplomacia norte-americana. Ele ganhou asilo político, mas somente estará a salvo quando pisar no solo Equatoriano porque a poderosa Grâ-Bretanha está ameaçando invadir a embaixada e retirá-lo à força para enviá-lo à Suécia, onde está sendo acusado de estupro e assédio sexual. (…)

…Para defender a “caixa preta” os poderosos se unem: – Como ocorreu nos tempos de Tiradentes continua ocorrendo hoje. Quem se atreve a enfrentar os poderosos passa a viver no fio da navalha. As “caixas pretas” locais aonde escondem sua podridão são protegidas a sete chaves e o insurgente passa a ser caçado sob as mais esdrúxulas acusações.

Seleção Brasileira e o Hino Nacional: – A instituição do Hino Nacional de países que se enfrentam em jogos entre seleções é algo muito importante, é a hora em que os gladiadores têm a oportunidade de mostrar seu respeito, seu amor e sua reverência pelo seu país. Deveria ser assim, porque o que ocorre na verdade é uma demonstração de desrespeito e falta de civismo por parte dos atletas brasileiros. (…)

…Ninguém sabe cantar o hino e não mantém postura respeitosa: – Observem que nem mesmo a imprensa está focando o rosto dos atletas na hora do Hino Nacional Brasileiro e quando a câmera se fixa diante de um deles, indiferentemente qual seja, é a maior demonstração de ignorância uns nem abrem a boca e outros, quando abrem não tem nada a ver com a letra do hino. (…)

…Neymar: – Um produto midiático que até agora não ganhou nada com a Seleção, é este Neymar, do Santos pode repetir o Ademir da Guia, que no Palmeiras era considerado “O Divino” porém, jamais jogou alguma coisa na Seleção Brasileira. Pois quando colocaram a câmera na sua frente ele ficou incomodado porque não sabe a letra do Hino Nacional. (…)

…Observem atletas dos outros países: – Procurem observar de agora em diante quando estiver ocorrendo o cerimonial dos hinos em jogos de Seleções. Os atletas dos outros países, Argentina, Uruguai e principalmente o Chile, veja a postura de seus atletas, note que sua boca não se abre aleatoriamente, eles gritam ao entoar seu hino, mostram amor pela Pátria e a reverência pelo seu símbolo, é algo extraordinário.

Eleições 2012: Faltam 52 dias para as eleições municipais. No dia 07 de Outubro os eleitores Panambienses deverão comparecer às urnas para eleger as pessoas que estarão gerindo seus interesses enquanto municipalidade pelos próximos quatro anos. A campanha política neste ano é diferente, os candidatos estão mantendo uma postura mais aprazível não existem discussões acirradas a luta está se travando no campo das ideias. Tomara que se mantenha assim estamos vivendo uma campanha limpa.

Alvoroço monetário e político: – Panambi iniciou uma semana um tanto quando alvoroçada. Uma reportagem televisiva e um tanto quanto sensacionalista, sugeriu que em Panambi tínhamos um funcionário fantasma do Deputado Darcísio Perondi. (…)

…Tropeçou na malandragem: Acho que o repórter pisou na bola, que o Elio Stigiemeier é assessor parlamentar de Perondi todos sabem e seu trabalho é comprovado através do constante crescimento da votação do parlamentar que é o mais votado disparado entre todos os candidatos de fora do município. O salário pago ao assessor nem por longe chega a cifras escandalosas e está justificado tanto na votação obtida pelo parlamentar em Panambi, quanto pelas emendas parlamentares(leia-se dinheiro) que seguidamente o deputado destina para Panambi. (…)

…Furou a Bolsa: – O outro motivo de conversas e cochichos diz respeito a um fracasso operacional de um investidor que estava sendo utilizado como laranja por muitas pessoas que realizavam aplicações na Bolsa de Valores na expectativa de auferirem retorno altamente lucrativo. O plano falhou e ficou o prejuízo para quem entrou no jogo especulatório. O caso foi parar na polícia que está trabalhando no caso com a finalidade de verificar qual o enquadramento está previsto para a situação real.


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.