Governo do Estado assina contrato de concessão da RS-287 - Agora Já -

Governo do Estado assina contrato de concessão da RS-287



Rodovia será administrada pelo grupo espanhol Sacyr nos próximos 30 anos

Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini/Divulgação
20 de julho de 2021

O governador Eduardo Leite assinou, no fim da manhã desta terça-feira (20), o contrato de concessão da RS-287, primeira rodovia estadual do Rio Grande do Sul concedida à iniciativa privada dentro da atual gestão do Piratini. A estrada, que cruza o Estado de leste a oeste, será administrada pelo grupo espanhol Sacyr nos próximos 30 anos, que tem o compromisso de duplicar o trecho entre Tabaí e Santa Maria. A cerimônia de assinatura do contrato ocorreu em evento na entrada de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, junto ao trevo Fritz e Frida, nas margens da rodovia.

Em discurso durante o evento, o governador do Estado comemorou a parceria, destacando a geração de empregos diretos e indiretos provocada pela concessão. Leite também citou a importância do empreendimento em melhorias na segurança da via e no escoamento da produção na região:

— Além desses empregos que diretamente a concessão viabiliza, as obras vão também gerar  impulso para atração de outros investimentos. Porque, no momento que se tem a garantia de estrada em boas condições, se tem a garantia, além da preservação da vida, do escoamento daquilo que aqui se produz. E aqui se produz muito nessa região, que é altamente empreendedora, vocacionada para o desenvolvimento econômico.

A concessão prevê investimento privado de R$ 2,7 bilhões, incluindo a duplicação de todo o trecho de 204,5 quilômetros de extensão, nos dois sentidos, durante o período do contrato. As obras na rodovia devem começar já no segundo semestre deste ano, com trabalhos de recuperação da estrada.

Novos pontos de cobrança

Dentro de 30 dias, a empresa assume a cobrança nas duas praças de pedágio já existentes e que hoje são administradas pela EGR– em Venâncio Aires (km 86) e Candelária (km 131). O valor atual da tarifa nessas praças é de R$ 7,00, mas ficará mais barato passado este primeiro mês de operação.

No leilão, realizado em dezembro, a Sacyr ofereceu uma proposta de pedágio no valor de R$ 3,36, a menor entre os concorrentes e abaixo do teto estipulado na licitação, de R$ 7,37.

No entanto, esse valor será corrigido pela inflação. A estimativa do governo é de que fique em torno dos R$ 3,70. O novo valor deve entrar em vigor em até 30 dias, pois passará por análise da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs).

Além dessas duas praças, a empresa vai instalar outros três pedágios na RS-287, em Taquari – no trecho mais próximo de Tabaí -, Paraíso do Sul e Santa Maria. O início da cobrança nesses pontos deve ocorrer no segundo semestre de 2022.

Durante a cerimônia desta terça-feira, o diretor de operação da Sacyr na América, Leopoldo Revuelta, destacou a experiência da empresa em concessões:

— Estamos muito felizes, honrados e motivados com esse desafio. Muito mais do que investimento, estamos trazendo para essa região toda a nossa experiência e conhecimento na área de concessões, com mais de 4 mil quilômetros de rodovias. Essa concessão é fruto de um grande trabalho de equipe — comemorou Revuelta.

O grupo espanhol venceu o leilão de concessão da RS-287 em 18 de dezembro. Além de atuar em rodovias, a companhia também tem concessões de ferrovias, hospitais, saneamento e de energia. O braço de infraestrutura do grupo já atua no Brasil, com obras em parte dos metrôs de São Paulo e de Fortaleza e na duplicação da Ferrovia Norte-Sul, em atuação para o mercado privado.

*Fonte: GaúchaZH

(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.