Governo do RS abre consulta popular para escolher 96 projetos de desenvolvimento regional - Agora Já -

Governo do RS abre consulta popular para escolher 96 projetos de desenvolvimento regional



Pleito virtual começa nesta segunda (26) e vai até 3 de novembro. Para votar, é preciso ter título de eleitor e escolher um projeto conforme a região de cada cidadão. Veja como participar.

Foto: Divulgação/Ministério da Integração Nacional
25 de outubro de 2020

O governo do estado abre, nesta segunda-feira (26), a consulta popular para escolher 96 projetos de desenvolvimento regional em todo o Rio Grande do Sul. Para votar, é preciso ter título de eleitor e selecionar apenas um projeto.

A votação vai até o dia 3 de novembro e é feita via SMS ou pelo site da Consulta Popular.

A edição será totalmente virtual devido à pandemia de Covid-19. O objetivo, segundo o secretário de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) Claudio Gastal, é fortalecer o desenvolvimento regional, valorizando demandas que ampliam o crescimento econômico, a ciência e a inovação em áreas como agricultura, infraestrutura e turismo.

“Mesmo com a pandemia, decidimos manter a votação da Consulta Popular nesse ano, porque acreditamos que é uma política pública relevante e contribui muito na definição das prioridades de cada uma das 28 regiões do estado”, explicou.

O pleito vai encaminhar o investimento de R$ 20 milhões em projetos para cidades das 28 regiões do estado. Deste valor, R$ 10 milhões serão aplicados em 2021, enquanto os outros R$ 10 milhões serão avaliados conforme a condição financeira de 2022.

As demandas foram definidas em assembleias regionais, microrregionais e municipais, realizadas pela SPGG e pelos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes).

Maioria dos projetos do setor agrícola

Dos 96 projetos em votação, a maioria (46%) está ligada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. Há pelo menos um projeto da área agrícola em votação em cada Corede.

As ações ligadas ao fortalecimento das agroindústrias respondem por 29,5% dos projetos, o apoio à agricultura familiar, a 18% deles, e as ações direcionadas ao desenvolvimento da cadeia produtiva do leite a 9%.

Os outros projetos tratam de assuntos diversos como fortalecimento do solo, uso dos recursos hídricos e infraestrutura rural, além do turismo rural, patrulha agrícola mecanizada, jovem empreendedor rural e avaliação de resíduos de agrotóxicos em hortaliças.

“A votação na Consulta Popular é a grande oportunidade que a população tem para participar das decisões juntos aos Coredes de suas regiões. É momento de ajudar a sua comunidade com a melhor escolha”, diz o secretário da Seapdr, Covatti Filho.

No Vale do Rio Pardo, os três projetos são sobre o setor agrícola: combate ao êxodo rural, produção industrializada da agricultura familiar e agroecologia. Os coredes da Fronteira Oeste e do Vale do Taquari têm três dos quatro projetos ligados à agricultura.

No Vale do Taquari, os projetos de incentivo são relacionados à produção orgânica, ao turismo rural a partir das agroindústrias familiares e ao sistema de água. No conselho da Fronteira Oeste, as demandas são referentes ao fortalecimento das agroindústrias e da agricultura familiar e apoio ao pequeno e médio produtor rural.

*Fonte: G1 RS


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.