Governo federal libera presente de Natal de R$ 45 milhões para três obras em rodovias gaúchas - Agora Já -

Governo federal libera presente de Natal de R$ 45 milhões para três obras em rodovias gaúchas



Recursos garantem continuidade dos trabalhos até liberação do orçamento de 2020

Foto:
26 de dezembro de 2019

O Diário Oficial da União trouxe uma boa notícia para moradores da zona sul e da região central do Estado. Três obras públicas receberam complementação de verba.

O montante liberado é de R$ 45 milhões. Este recurso é importante pois garante a continuidade dos trabalhos até liberação do orçamento de 2020.

Duplicação da BR-116

O maior valor foi destinado para a duplicação da BR-116, entre Guaíba e Pelotas. A obra vai receber R$ 25 milhões.

Porém, o montante é menor do que o previsto. Em novembro, o Ministério de Infraestrutura esperava que seriam destinados R$ 40 milhões. Para o próximo ano, há a previsão de mais R$ 100 milhões em emendas parlamentares.

Os contratos da obra foram assinados em 2009 ao custo de R$ 868,94 milhões. Atualmente, o montante para realizar a duplicação já chega a R$ 1,57 bilhão, um aumento de 80,98% do total previsto.

A duplicação entre Guaíba e Pelotas começou em 2012 e está em andamento nos nove lotes contratados. Pelo cronograma inicial, os trabalhos deveriam durar dois anos. Pelo planejamento do Dnit, a obra deverá estar pronta somente no fim de 2021.

Do total previsto, 47 quilômetros de pista duplicada já foram entregues para uso. Outros 30 quilômetros deveriam estar aptos para uso até o fim do ano. Porém, o Dnit ainda não confirmou quando isso deve ocorrer.

Duplicação do Contorno de Pelotas

A duplicação do Contorno de Pelotas também vai ganhar um fôlego. Serão destinados R$ 10 milhões para a obra. Por falta de verba, os trabalhos no 24 quilômetros da BR-116 e da BR-392, entre Pelotas e Rio Grande, estavam sendo executados em ritmo lento.

Dos 24 quilômetros da duplicação de trechos da BR-116 e da BR-392, aproximadamente 15 já estão em uso. Dos 11 viadutos e três pontes projetados, oito estão prontos.

As obras começaram em setembro de 2012 custando R$ 430,65 milhões. A duplicação deveria ser realizada em dois anos.

Hoje, a construção já está custando R$ 591 milhões. Os trabalhos estão 87% concluídos e deverão ser finalizados até o fim de 2020.

Travessia Urbana de Santa Maria

A duplicação de trechos das BRs 158 e 287, também chamada de Travessia Urbana de Santa Maria, completa o pacote de recursos que o governo federal está destinando ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do Rio Grande do Sul (Dnit-RS). Serão repassados R$ 10 milhões.

A obra iniciou em 2012 ao custo de R$ 309 milhões, deveria ter sido concluída em 2017 e a previsão da autarquia é que os trabalhos sejam finalizados no ano que vem. Atualmente, 80% das obras foram executadas. A estimativa é que ainda sejam necessários R$ 50 milhões para concluir a duplicação.

 

*Fonte: Jocimar Farina – GaúchaZH / Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.