Greve da Anvisa começa a afetar o atendimento em saúde - Agora Já -

Greve da Anvisa começa a afetar o atendimento em saúde

Foto:
11 de agosto de 2012

A greve dos auditores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem causado reflexos na rede pública de saúde de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. O posto aduaneiro da cidade está abarrotado de produtos que aguardam por liberação.

São remédios, seringas, utensílios hospitalares e até mesmo equipamentos que seriam distribuídos em clínicas, postos de saúde e hospitais da Região Metropolitana. De acordo com o farmacêutico da Medicor Importadora e Distribuidora, Denissem Fossati da Silva, a empresa tem mais de 1 milhão de seringas, além de agulhas e outros utensílios.

— Temos os clientes que querem comprar, mas não podemos entregar. Atualmente alguns fornecedores ainda têm esses materiais, mas nos próximos dias é provável que os estoques acabem. As clínicas ficarão desabastecidas— afirma.

Segundo a secretaria Municipal da Saúde de Novo Hamburgo, a greve fez com que três tipos de medicamentos acabassem. Para suprir a falta de um antibiótico e de dois antidepressivos, compras emergenciais estão sendo realizadas.

 


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.