Homem de 27 anos desaparece nas águas do Rio Palmeira, no interior de Panambi - Agora Já -

Homem de 27 anos desaparece nas águas do Rio Palmeira, no interior de Panambi

Foto:
29 de dezembro de 2013

A temporada de verão registra a primeira vítima fatal em Panambi.

Na tarde deste domingo em torno das 15h30 ao entrar com a família – esposa de 18 anos e filha de cinco anos – nas águas do Rio Palmeira, na localidade de Linha Rincão Fundo, interior de Panambi, o jovem Ederson Ivar Schwantes, 27 anos perdeu o equilíbrio e acabou desaparecendo nas águas.

O episódio por pouco não se transformou em uma tragédia familiar já que, o casal estava de mãos dadas com a criança e todos acabaram se afogando, na tentativa de socorrê-lo o sogro e a sogra também chegaram a tomar muita água escapando a morte graças a intervenção de pessoas que se encontravam acampadas nas proximidades e que agiram rápido, conseguindo salvar quatro dos cinco envolvidos no acidente.

O FATO

Ederson Ivar Schwantes, 27 anos, era casado com Lorena Fabiana Wegner, 18 anos, com a qual tem uma filha de cinco anos, Kezia Natalia Wegner Schwantes. O casal residia em Condor e neste final de semana, como de costume decidira visitar os pais de Lorena que residem em Linha Rincão Fundo, próximos da Escola 21 de Abril margeando o Rio Palmeira.

Após o almoço, por volta das 15:00 horas devido ao forte calor, decidiram procurar um local no Rio Palmeira, para se banhar. Como nos locais onde eram acostumados a entrar já haviam pessoas seguiram mais à frente, por sugestão do próprio Ederson foram até o local próximo de um acampamento, só que exatamente ali existe um poço com mais de três metros de profundidade no qual ele acabou resvalado e desaparecendo nas águas.

TRAGÉDIA EVITADA EM PARTE

Em parte a tragédia foi evitada, graças a presença de pessoas no acampamento que existe próximo ao local onde a família entrou no rio. Conforme já citamos Ederson entrou primeiro, levando pela mão a esposa Lorena e a filha Kezia Natália, o sogro Plínio Wegner e a sogra Elenir Fátima Wegner, vinham atrás. Quando notaram que Ederson tinha afundado e pedia ajuda, Plínio correu e entrou na água apanhando a neta, mas Ederson se agarrou em sua camisa e o puxou tendo ambos afundado todos gritaram muito e a sogra de Ederson entrou na água apanhando a criança e tentando pegar a filha.

Com os gritos um grupo de pessoas que estavam no acampamento próximo acorreram ao local e conseguiram jogar uma câmera na água que foi pega pela Sra. Elenir com a qual conseguiu se salvar e salvar a neta, a mulher de Ederson foi puxada para fora por populares e o sogro Plínio também foi apanhado antes de submergir definitivamente, ele já havia desmaiado, o corpo de Ederson afundou definitivamente embora o esforço concentrado das pessoas que foram ao local, não foi possível encontra-lo.

O episódio poderia ter se tornado uma grande tragédia, felizmente haviam pessoas nas proximidades e conseguiram salvar quatro pessoas da fatalidade.

NÃO EXISTE MAIS ESPERANÇA DE ENCONTRÁ-LO COM VIDA

Passadas quase cinco horas do ocorrido, não existem mais esperanças de encontrar o operário Ederson com vida. O Corpo de Bombeiros de Panambi realiza buscas e sondagens no local onde ocorreu o sinistro, mas ainda não localizaram o corpo.

QUEM É EDERSON

Ederson Ivar Schwantes, nasceu em 21 de setembro de 1986, no município de Condor, onde morou com seus pais Etmar Schwantes e Isolde Schwantes no interior, na localidade de Linha Mambuca até se casar com Lorena Fabiana. Atualmente ele trabalhava na Serraria do Boch, em Condor. Seu sogro Plínio o descreve como um jovem muito trabalhador, colaborava com as pessoas e era muito querido e carinhoso com a família.


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.