Justiça analisa pedido de prisão de motorista que atropelou menina - Agora Já -

Justiça analisa pedido de prisão de motorista que atropelou menina

Foto:
25 de novembro de 2013
A Polícia Civil espera para esta segunda-feira a decisão judicial sobre o pedido de prisão preventiva de um motorista que fugiu depois de atropelar uma menina de 11 anos, na noite dessa sexta-feira, na avenida Oscar Pereira, na Capital. Emily Carolina Soares Rodriguez morreu em atendimento, no Hospital de Pronto Socorro. De acordo com o delegado Cristiano Reschke, que assumiu o caso, não há indícios de frenagem na pista, o que sugere, também em função do impacto, que o motorista empreendia velocidade alta.
O homem já foi identificado, mas segue foragido. Reschke mantém em sigilo o nome do condutor e não confirmou em que bairro ele mora. Informações colhidas pela TV Record dão conta, porém, que o carro foi apreendido em um condomínio no bairro Partenon e era conduzido por um estudante de Direito da PUCRS, de 24 anos.
O delegado adiantou que o suspeito deve ser indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) qualificado e omissão de socorro. “Se comprovarmos que ele abusou da velocidade, podemos indiciá-lo por essa qualificadora, que é o motivo fútil – imprimir alta velocidade”, explicou o delegado. O Nissan Sentra foi localizado no condomínio em que o homem reside.
Depois de informar que o corpo da menina parou a 15 metros depois de, supostamente bater contra o muro, a Polícia examina agora a tese de que o motorista possa ter mudado o corpo da menina de lugar. “Vamos ouvir as testemunhas. O interrogatório inicial mostra que ele pode ter tirado a menina da rua e colocado o corpo dela na calçada antes de fugir”, completou o delegado.

(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.