Leite pede ajuda a Gilmar Mendes para evitar novo rombo bilionário nas contas - Agora Já -

Leite pede ajuda a Gilmar Mendes para evitar novo rombo bilionário nas contas



Governador também pediu prioridade a julgamento que pode injetar R$ 500 milhões nos cofres

8 de maio de 2019

Aproveitando a viagem a Brasília, para o encontro com o presidente Jair Bolsonaro, o governador Eduardo Leite esteve nesta quarta-feira (8) no gabinete do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, e apelou para que ele evite o colapso dos Estados.

A preocupação é com um fantasma chamado “Tema 810”. O procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, que acompanhou o governador, explica que paira sobre o Rio Grande do Sul a ameaça de uma conta de R$ 6,5 bilhões, decorrente dos efeitos de uma decisão do Supremo que proibiu a correção dos precatórios pela taxa referencial (TR).

Leite pediu a Mendes que o Supremo “module os efeitos da decisão”, definindo que ela só vale para o futuro. Caso retroaja aos últimos cinco anos, o Estado terá de corrigir inclusive precatórios já pagos.

Leite e Costa pediram também prioridade no julgamento de um processo que trata da incidência de ICMS sobre itens da cesta básica. Na ação, movida por grandes supermercados e alguns gigantes da indústria alimentícia, o Rio Grande do Sul já teve ganho de causa, mas estão pendentes os embargos das empresas. Como o dinheiro está depositado em juízo, se os embargos forem rejeitados, o Rio Grande do Sul terá um aporte imediato de R$ 500 milhões.

Gilmar é o relator da matéria. O processo estava pautado para a sessão desta quarta-feira (8), mas não foi apreciado porque os ministros gastaram o debate com outros assuntos complexos.

 

*GaúchaZH / Foto: Gustavo Mansur


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados