Mulher que matou o marido a machadadas é condenada a nove anos de prisão. - Agora Já -

Mulher que matou o marido a machadadas é condenada a nove anos de prisão.

6 de dezembro de 2011

O Tribunal do Juri da Comarca de Panambi esteve reunido no dia de ontem(5) para apreciar e julgar o crime ocorrido na noite de 02 para 03 de fevereiro de 2007, no Bairro Serrana, quando Osmar Lamb, na época com 54 anos, foi assassinado com golpes de machado, pela ex-esposa Cenira Brum Lamb, hoje com 45 anos.
Depois das manifestações do Promotor Dr. Valério Cogo, patrocinado a acusação sob a tese de que Cenira teria assassinado seu ex-marido a golpes de machado e ainda ter praticado o crime de corrupção de menores, ao utilizar de ajuda de pessoa menor de idade para perpetrar o crime. A acusação sustentou ainda que Cenira teria praticado o crime de ocultação de cadáver ao desovar o corpo de Osmar em uma estrada vicinal de Linha Iriapiria, nas proximidades da chamada “Bica d’água”, onde o mesmo foi encontrado na segunda-feira, dia 05 de fevereiro cujo corpo já apresentava estado de decomposição.
A defesa foi patrocinada pela Defensora Pública da Comarca de Panambi, Dra.Jaciara Barassuol Ritter, a qual sustentou a tese de legítima defesa própria.
Ao final dos embates entre acusação e defesa, o tribunal de júri, composto por sete homens, condenou a acusada Cenira Brum Lamb, pela prática dos crimes de homicídio qualificado-privilegiado e ocultação de cadáver, e absolveu a acusada quanto à acusação de corrupção de menores, tendo o Juíz Presidente do Tribunal do Juri, Dr. Fabiano Zolet Bau, fixado a pena de nove(9) anos de reclusão em regime inicial fechado e 10 dias-multa no mínimo legal cada. O julgamento foi encerrado exatamente as 18:00 horas, com a prolação da sentença.
O Ministério Público, através de seu representante Dr. Valério Cogo, disse à nossa reportagem que está satisfeito com a imposição da penalidade e que não pretende recorrer ao Tribunal.
Já a Defensora Dra. Jaciara Barassuol Ritter, informou que irá recorrer da decisão, buscando a absolvição da acusada ou então uma redução substancial da pena inicialmente aplicada. A ré tem o direito de aguardar o resultado da apelação em liberdade.
Cenira Brum Lamb, permaneceu presa por três meses preventivamente e caso sua pena venha a ser confirmada, a mesma terá que cumprir pelo menos mais um ano de prisão em regime fechado para depois pleitear a progressão para um regime menos gravoso.


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados