Paixões Equivocadas - parte I - Agora Já -

Paixões Equivocadas – parte I

Foto:
22 de fevereiro de 2017

Um amigo sempre dizia que muitas pessoas se frustravam porque, vez em quando, “se apaixonavam pelo super-herói errado”. Essa onda cult ao heroísmo ou essa idolatria por assim dizer, parece que veio pra ficar. Aliás, ao que tudo indica ela é proporcional a frustração que gera, quanto mais decepcionados mais a busca por “salvadores” se torna crescente.

Começo com a paixão ou com o novo herói americano, seu recentemente presidente empossado Donald Trump. Afinal, porque ele foi eleito? Cada vez mais, fica evidente que ele é uma resposta. E aqui já atalho, concordando, ele é uma resposta sim, porém, mais uma errada.

O Brasil tem sido campeão em respostas erradas. Para combater a corrupção os heróis foram e são: Eduardo Cunha, Joaquim Barbosa, Sérgio Moro, Gilmar Mendes, Rodrigo Janot. Na economia temos Joaquim Levy, Henrique Meireles. O leitor vai dizer que eles não são heróis da maioria, com exceção do Cachalote de Curitiba (aquele que querendo pegar a todos – cachalote é uma grande baleia – acabou por “engolir” todos os empregos), quando destruiu a indústria nacional. Mas, falei que foram e são, ou seja, são paixões descartáveis.

Trago Trump e Moro para dizer que o que eles têm em comum é a saída pela janela. Suas ações acabam restringindo a liberdade do homem e aqui com um agravante que foi a restrição o desmonte da indústria nacional que levou a menor liberdade do brasileiro. Afinal, como tenta ensinar Amartya Sen o desenvolvimento é fruto do aumento das liberdades individuais. E sem renda, até a menor das liberdades é tolhida e a pessoa, torna-se um escravo de tudo e todos.

Quero liberdade para o ser humano e isso significa mais acesso a mercados e nada tem a ver com criticas a pauta exportadora brasileira. Vamos sim continuar exportando commodities no agribusiness como quer a professora Conceição Tavares e não pessoas ao que acrescento, por falta de oportunidades. Querem mais liberalismo? Eu também! Mas sem restrição para o homem. Assunto para a próxima…

Natanael Mücke
Economista – CRE-RS 6593

(55) 9977 7500


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.