PP aprova saída do governo Sartori em reunião - Agora Já -

PP aprova saída do governo Sartori em reunião



Sigla deverá lançar candidatura própria ao Piratini em outubro

5 de fevereiro de 2018

O Partido Progressista (PP) oficializou nesta segunda-feira, numa reunião de seu diretório estadual, que deixará os cargos que ocupa no Executivo do Estado até o dia 15 de março e se desvinculará formalmente da base de sustentação ao governo de José Ivo Sartori (PMDB). No encontro, que foi restrito para mandatários de cargos eletivos, integrantes do diretório e da executiva, os progressistas também definiram que a pré-convenção, na qual escolherão um candidato para concorrer a governador, ocorrerá em 24 de março.

Atualmente, o PP comanda a Secretaria de Agricultura, com Ernani Polo, a Secretaria de Transportes, com Pedro Westphalen, ambos deputados estaduais, além da presidência do Instituto de Previdência do Estado (IPE), com Otomar Vivian. A reunião iniciou com três postulantes a candidato ao Piratini: o deputado federal Luiz Carlos Heinze, o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, e o empresário Antônio Weck. Com a desistência de Pasin, anunciada durante as discussões, restaram duas propostas de candidatura. “Fui prefeito e tenho a bagagem de cinco mandatos na Câmara federal”, disse Heinze.

O provável adversário do deputado nas prévias do PP nunca ocupou cargo eletivo e se apresenta como advogado e empresário. “A política mudou. Não importa mais para os eleitores quem são as pessoas, mas os projetos defendidos por elas. Acredito que posso representar esta mudança”, apontou Weck. Conforme o presidente da sigla, Celso Bernardi, a eventual disputa pela candidatura precisará levar em consideração a candidatura prioritária da senadora Ana Amélia Lemos à reeleição para o Senado.

 

*CP


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.