Presidente do Iêmen vai à Arábia Saudita para assinar renúncia - Agora Já -

Presidente do Iêmen vai à Arábia Saudita para assinar renúncia

24 de novembro de 2011

O presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, viajou a Riad, na Arábia Saudita, para assinar um acordo que inclui sua renúncia, após meses de protestos populares que paralisaram o país.
Após o desembarque de Saleh no país vizinho, forças do governo e atiradores ligados ao líder oposicionista tribal Sadeq al Ahmar voltaram a se enfrentar em Sanaa, a capital do Iêmen.
-O presidente chegou esta manhã a Riad em visita ao Reino da Arábia Saudita, depois de um convite da liderança saudita, para participar da assinatura da iniciativa (do Conselho de Cooperação) do Golfo e do seu mecanismo operacional-, disse a agência estatal de notícias Saba.
Em três ocasiões neste ano, Saleh recuou na última hora de assinar o acordo mediado por países da região. No poder há 33 anos, ele enfrenta uma rebelião inspirada na chamada Primavera Árabe, onda de levantes populares que varre o norte da África e o Oriente Médio neste ano.
Pelo plano do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG), Saleh deve transferir todos os poderes ao seu vice, Abd-Rabbu Mansour Hadi, que formará um novo gabinete com a oposição e convocará eleições presidenciais dentro de três meses. Saleh continuaria oficialmente como presidente até a posse do sucessor.
Além da rebelião popular, o governo do Iêmen enfrenta também um movimento separatista no norte do país, e a atividade de militantes islâmicos no sul, numa situação que gera preocupação para os Estados Unidos e para a vizinha Arábia Saudita, maior exportadora mundial de petróleo.
A agência de notícias Saba disse que Saleh recebeu na terça-feira um telefonema do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, agradecendo-o “por seus esforços para tirar o Iêmen da crise de forma pacífica”.
Em junho, Saleh sofreu um atentado que o obrigou a procurar tratamento médico na Arábia Saudita, depois de ele rejeitar o acordo pela última vez. O incidente desencadeou batalhas campais que devastaram parte da capital.
Uma autoridade iemenita disse na terça-feira que desta vez o acordo enfrenta oposição de alguns dirigentes do Congresso Geral do Povo, o partido de Saleh.


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados