Protesto contra violência no trânsito bloqueia rodovia em Passo Fundo, RS - Agora Já -

Protesto contra violência no trânsito bloqueia rodovia em Passo Fundo, RS

Foto:
5 de novembro de 2012
Uma rodovia que divide dois bairros na área urbana de Passo Fundo, na Região Norte do Rio Grande do Sul, ficou bloqueada na manhã de domingo (4) por um protesto realizado por moradores. Os acidentes em um trecho da ERS-135 motivaram o grupo a ir pedir mais segurança na principal ligação entre o município e Erechim.
Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar, pela ERS-135 circulam cerca de cinco mil veículos por dia. Em um trecho na área urbana de Passo Fundo, a pista divide os bairros de São José e Leonardo Ilha. Em apenas um mês, foram oito acidentes com duas mortes.
Uma das vítimas foi o jovem Tiago Braz da Silva, de 27 anos. Ele morreu ao tentar cruzar a rodovia de moto e foi atingido por um caminhão, há 15 dias. A mãe dele cobra justiça.
“Ele deixou um bebê. Quando vai parar de dar acidente? Quando vão melhorar isso aqui? Toda semana tem notícia de gente que se acidente e ninguém faz nada”, reclama a dona de casa, mãe de Tiago.
A empregada doméstica Silvana Barden também cobra uma atitude das autoridades de trânsito de Passo Fundo.
“Queremos lombadas eletrônicas urgente aqui, e sinalização melhor. Não dá nem pra ver que aqui tem um acesso pro bairro”, reclama a moradora.
O motorista de um carro-forte tentou passar pela lateral da pista e foi impedido pelos moradores. Após a chegada da Brigada Militar, os policiais negociaram com o grupo e o trânsito era liberado por instantes em um intervalo de 15 minutos. Mesmo assim, o congestionamento chegou a três quilômetros nos dois sentidos. A ERS-135 é pedagiada e a praça é administrada pelo Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer).
“Os moradores vão voltar a protestar caso as reivindicações não sejam atendidas”, garante Ademir Santos, presidente da Associação do Bairro São José.
O Daer ainda não se posicionou sobre a reivindicação dos moradores. O protesto deve durar até o meio-dia.

(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.