Raça de cavalo apta ao policiamento é apresentada em Porto Alegre - Agora Já -

Raça de cavalo apta ao policiamento é apresentada em Porto Alegre

Foto:
4 de setembro de 2012
Foi inaugurado nesta segunda-feira (3), em evento no 4º Regimento de Polícia Montada, em Porto Alegre, o Centro de Treinamentos para cavalos da Brigada Militar. Durante a solenidade, os policiais militares apresentaram a raça Brasileiro de Hipismo. No Rio Grande do Sul, a raça está sendo criada em Santa Maria, mas só Porto Alegre já conta com os cavalos no policiamento.
Segundo a Brigada Militar, este animal é mais apto tanto para o esporte como para o policiamento. Ele é mais alto e tem o temperamento mais dócil, o que facilita o treinamento. Atualmente a maioria dos animais que fazem policiamento são mestiços.
Desde a década de 90 o Brasileiro de Hipismo começou a ser desenvolvido. É uma mistura de raças europeias. A ideia é padronizar o policiamento montado em todo o Brasil. São Paulo e Brasília já trabalham com esse tipo de cavalo.
A Brigada Militar de Porto Alegre recebeu 22 cavalos no início do ano. Todos têm cerca de três anos, já foram domados e ainda estão sendo treinados. A expectativa é que eles cresçam até os sete anos. Segundo o Major Leandro Balen, até o início do ano que vem, mais 40 ou 50 cavalos devem ser transferidos para o Centro de Treinamento na Capital. Além disso, a cavalaria montada terá mais policiais militares.
“Vamos receber 90 alunos soldados que serão treinados exclusivamente no efetivo montado aqui em Porto Alegre e na Região Metropolitana”, disse o Major.
O Rio Grande do Sul conta com cerca de 200 cavalos que atuam no policiamento. A meta é que, até a Copa do Mundo, a Brigada Militar já tenha 150 animais da raça, todos criados em Santa Maria. Para isso, o criadouro já conta com dois garanhões, 19 éguas da raça e mais 50 águas de outras raças, que receberão embriões e servirão como “barriga de aluguel”.
Os cavalos de outras raças ou mestiços que atuam no policiamento não serão descartados. A troca para o Brasileiro de Hipismo será feita gradualmente.
O Centro de Treinamento foi idealizado na metade do ano passado, após um seminário com todos os batalhões que utilizam cavalos do estado. Ficou definido que deveria haver um alinhamento entre os grupos para qualificar o serviço.
“A ideia é fazer um segundo seminário para começar a capacitar o efetivo no interior, que possa nos apoiar em grandes eventos na Capital”, afirmou o Major Leandro Balen.
Os recursos para montar a estrutura do Centro de Treinamento vieram do 52º Festival Hípico Noturno, realizado em 2011, e de doações empresas. A construção começou em fevereiro e ficou pronta nesta segunda-feira (3).

(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.