Redução de IPI e IOF ainda não atraíram os consumidores - Agora Já -

Redução de IPI e IOF ainda não atraíram os consumidores

4 de dezembro de 2011

O primeiro sábado depois de o governo ter anunciado medidas de incentivo à economia, lojistas e concessionários de veículos não viram reflexo positivo, tendo as vendas ainda se mantido desaquecidas com poucas compras e negócios.
Assim podemos dizer que a eficácia das medidas não foi positiva, por enquanto. Para produtos da linha branca, a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) foi de 10 pontos para lava-roupas e 5 pontos para geladeiras. Fogões e tanquinhos ficam isentos até março de 2012, quando vence a medida do governo.
Para estimular a venda de veículos, o governo reduziu meio ponto percentual sobre o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) –de 3% para 2,5%. O imposto incide sobre os financiamentos dos carros, que no Brasil correspondem a 60% das vendas.
O IPI reduzido serve de um argumento a mais para o vendedor abordar o cliente. A verdade é que as vendas do varejo vinham desacelerando e essas medidas podem dar um fôlego pontual para o Natal é opinião de um proprietário de loja do comércio de Panambi.
Alvaro Pozzatti, proprietário da Panambi Comércio de Colchões, revenda exclusiva da Ortobom, disse que seus produtos não receberam o mesmo tratamento, mas entende que a medida governamental tem como um dos objetivos se adiantar às possibilidades de queda ou estagnação do segmento que mais emprega.
A reportagem do Jornal Virtual: www.agoraja.net entrou em contato com outros vendedores e os mesmos informaram que ainda não foi sentido aumento nas procuras e nas vendas com a redução do IOF. Os vendedores, e logicamente os proprietários de estabelecimentos comerciais esperam que este aumento aconteça logo. A redução do IOF é, por si só, mais eficaz que a redução de juros e suficiente para manter a procura por veículos a níveis adequados.


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados