Representantes da Comissão da Verdade visitam o RS - Agora Já -

Representantes da Comissão da Verdade visitam o RS

Foto:
1 de outubro de 2012
Representantes da Comissão Nacional da Verdade (CNV), que examina violações de direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988, encerram nesta segunda-feira uma visita a Porto Alegre .
A passagem pela Capital é estratégica para ampliar os instrumentos de investigação da CNV no Rio Grande do Sul, que faz fronteira com o Uruguai e a Argentina, dois países centrais na atuação da Operação Condor no Cone Sul.
A coordenadora do Grupo de Trabalho sobre a Operação Condor, Rosa Cardoso, se reuniu no final de semana com o presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), Jair Krischke, que colocará seus arquivos sobre a Condor à disposição da CNV e prestará um depoimento à comissão em Brasília. Segundo Krischke, apesar de a aliança das ditaduras do Cone Sul ter oficialmente começado em 1975, ações ao estilo da Condor já aconteciam desde dezembro de 1970, quando ocorreram as primeiras aperações conjuntas de dois ou mais países do bloco para sequestrar opositores. Um acordo entre a CNV e o MJDH permitirá que sejam investigados casos específicos e examinados documentos em arquivos no Brasil e no Exterior.
— Há muito material para ser investigado. A preocupação é que o tempo é curto — afirmou Krischke, lembrando que o relatório final da comissão deve ser apresentado em 16 de maio de 2014.
Rosa também se reuniu com o jornalista Nilson Mariano, repórter especial de Zero Hora e autor de As Garras do Condor (Vozes, 2003), um relato do sequestro de seis argentinos pela Condor no Brasil nos anos 80. Nesta segunda-feira, Rosa se reunirá com membros da Comissão da Verdade gaúcha e conversará com integrantes de comitês da verdade do Estado e familiares de mortos e desaparecidos durante a ditadura.

(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.