Rio Grande do Sul tem queda nos feminicídios, homicídios e latrocínios em novembro - Agora Já -

Rio Grande do Sul tem queda nos feminicídios, homicídios e latrocínios em novembro



Os três tipos de crimes contra a vida tiveram reduções em comparação ao mesmo mês do ano passado

Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS
9 de dezembro de 2020

Os feminicídios, homicídios e latrocínios — matar para roubar — caíram no Rio Grande do Sul em novembro deste ano em comparação ao mesmo mês do ano passado. Os indicadores criminais foram divulgados na manhã desta quarta-feira (9) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado.

Os assassinatos de mulheres por questões de gênero caíram 55%, já os homicídios reduziram 12,6% e as mortes após roubos 37,5%.

De acordo com a SSP, ocorreram em todo o Estado cinco feminicídios em novembro, contra 11 no mesmo período de 2019. Esta queda é a menor apresentada neste mesmo mês desde 2013.

O governo também destaca que houve redução no acumulado do ano e ressalta ainda que outros tipos de crimes contra as mulheres também tiveram redução: 9,5% nas ameaças; 11,9% nas lesões corporais; 1,3% nos estupros e 28,2% nas tentativas de feminicídio.

Homicídios

Os homicídios no Rio Grande do Sul voltaram a cair em novembro, um total de 12,6%. Depois de um aumento recente, devido a conflitos entre facções criminosas, principalmente na Serra, o Estado teve 118 vítimas no mês passado. Em novembro de 2019, houve 135 casos semelhantes. Também houve redução no acumulado do ano.

Em Porto Alegre, houve diminuição deste tipo de ocorrência também. Foram 18 homicídios em novembro e 20 no mesmo período de 2019, queda de 10%. Uma das mortes na Capital foi a de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, dentro do supermercado Carrefour, na zona norte, dia 19 de novembro. Três pessoas respondem por homicídio doloso triplamente qualificado.

Latrocínios

Os latrocínios diminuíram 37,5%, foram cinco mortes após roubos em novembro. No penúltimo mês do ano passado, houve o registro de oito casos. O único revés nestes crimes contra a vida está no acumulado do ano em relação às mortes após roubos, já que os latrocínios em 2020 ainda superam, até o momento, os casos contabilizados entre janeiro e novembro de 2019.

 

*Fonte: GaúchaZH


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.