Safra deve manter PIB do agro em crescimento - Agora Já -

Safra deve manter PIB do agro em crescimento



Único setor que teve desempenho positivo em 2020 tende a repetir performance em 2021 graças à expectativa de nova colheita recorde

Foto: Cleverson Beje/AEN/Gov. PR
5 de março de 2021

Único setor da economia a apresentar resultado positivo no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2020, a agropecuária deve manter sua rota de crescimento em 2021. Os números do ano passado, divulgados na quarta-feira pelo IBGE, apontam recuos de 4,1% no PIB nacional, de 3,5% na indústria e de 4,5% nos serviços. A agropecuária, ao contrário, avançou 2% e também aumentou sua participação no PIB brasileiro, de 6,7% em 2019 para 7,1% em 2020.

A projeção de desempenho da agropecuária em 2020, feita pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) era de um crescimento de 2,3%. Conforme a entidade, o percentual ligeiramente inferior foi resultado dos impactos da pandemia e também da desvalorização cambial, que aumentou os custos de produção. O coordenador do Núcleo Econômico da CNA, Renato Conchon, estima que em 2021 o crescimento do PIB da agropecuária cheguará a 2,5%, considerando a safra de 268 milhões de toneladas de grãos, apontada no levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em fevereiro.
O representante da CNA diz ainda que o resultado da agropecuária decorre do fato de que o segmento foi considerado atividade essencial no início da pandemia, garantindo a produção, o processamento e venda de alimentos e a segurança alimentar no mercado interno e internacional. “O agro não parou e não vai parar”, complementa.

Já o economista-chefe da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Antônio da Luz, lembra que a entidade gaúcha, em suas projeções para 2020, havia previsto um crescimento de 1,89% para o PIB nacional do agro. “Por isso, o resultado é considerado bom, mas poderia ter sido muito melhor se, entre outros fatores, o Estado não tivesse contribuído negativamente, em função da quebra nas safras da soja e do milho”, observa. Da Luz acrescenta que o PIB do Estado, e por conseguinte o PIB do agro gaúcho, deve ser conhecido nas próximas semanas, quando for divulgado o relatório do Departamento de Economia e Estatística (DEE), vinculado à Secretaria Estadual de Planejamento, Governança e Gestão.

 

*Fonte: Correio do Povo


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.