Santos vence Kashiwa Reysol e está na final do Mundial de Clubes - Agora Já -

Santos vence Kashiwa Reysol e está na final do Mundial de Clubes

14 de dezembro de 2011

Na manhã desta quarta-feira, no horário de Brasília, o Santos superou seu primeiro desafio no Japão. O time brasileiro venceu o Kashiwa Reysol por 3 a 1, no Estádio Toyota, e está na final do Mundial de Clubes da Fifa.

Após um início nervoso e com muitos erros de passe, Neymar e Borges, de fora da área, deixaram o Alvinegro em vantagem de 2 a 0 ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Sakai diminuiu para os japoneses. Após passar por pressão no início e sofrer o gol, Danilo marcou o dele e sacramentou a classificação do time paulista.

O adversário do Santos na final da competição será definido na partida entre Barcelona e Al Saad. As equipes se enfrentam nesta quinta-feira, em Yokohama. A decisão acontece neste domingo, às 8h30, no horáio de Brasília.

O jogo 

A estreia em uma competição deixa qualquer um nervoso. Como não poderia deixar de ser, o time do Santos iniciou a partida muito tenso, errando muitos passes e afunilando muito o jogo – proximidade entre atletas no meio de campo era evidente e a distância de Borges em relação aos armadores maior ainda. Na frente da área, time não conseguia dar o passe final para marcar.

E o Kashiwa apostava na correria, bolas paradas e chutes de longe. Com jogadores velozes, time tentou surpreender a defesa do Santos, considerada lenta. Mas, como na Libertadores, setor conseguiu ir bem nas bolas por baixo. Por cima tinha certas dificuldades.

A defesa japonesa também tinha problemas com a bola por cima. Zagueiros tinha problemas, até, com os chutões vindos do goleiro Rafael. Em uma falha do setor, Neymar ficou com a bola dentro da área e mandou na trave.

Mas não precisou de muito para a estrela de Neymar aparecer e o jogador confirmar que é um dos melhores da atualidade. Aos 19 minutos,em lance de gênio, atacante deixou Otani no chão com um corte seco e, de esquerda, de fora da área, mandou no ângulo, sem chances para o goleiro. Na sequência, aos 24 minutos, foi a vez de Borges arriscar de fora da área e também conseguir belo gol.

A Joia foi caçada em campo durante toda a partida. Independentemente do local no campo, camisa 11 era seguido por dois adversários que, com dificuldades, paravam com falta todos os lances. Essa foi a tônica de todo o segundo tempo. Os japoneses mordendo e os santistas tentando chegar à frente, novamente com dificuldades no passe.

E a chance mais clara de marcar antes do intervalo foi do também brasileiro Jorge Wagner. Ala cobrou falta na barreira e, no rebote, mandou no canto de Rafael, que caiu bem e impediu o gol.

Cresce o Kashiwa 

Na volta para o segundo tempo, o Santos, novamente, pisou no gramado com certo nervosismo. E o Kashiwa aproveito a desatenção do adversário para marcar o gol. Em bola parada de Jorge Wagner, Henrique subiu errado dentro da área para conclusão indefensável do lateral-direito Sakai – Alvinegro tentou a contratação do atleta.

Com mais uma fraca atuação de Elano, Muricy Ramalho, aos 14, colocou em campo Alan Kardec. Com um jogador mais avançado, o Santos voltou a ficar mais tempo com a bola perto da área do Kashiwa. Em investida de Danilo, na diagonal pelo meio, lateral sofreu falta que ele mesmo bateu e deixou novamente o Santos em boa situação.

Após os gols o jogo passou a ficar mais aberto e os japoneses, precisando do resultado a qualquer custo, se mandaram para o ataque. Enquanto isso o Peixe tentava correr nas costas do Kashiwa, mas não obteve êxito. Time da casa seguia assustando e, aos
30, Sawa manda na trave. A pressão era grande e mais bolas bateram na trave e passaram perto do gol de Rafael, que contou com a sorte para não sofrer mais gols.
FICHA TÉCNICA: SANTOS 3 X 1 KASHIWA REYSOL (JAP)

Estádio: Estádio Toyota, em Toyota (JAP)
Data/hora: 14/12/2011 – 8h30 (de Brasília)
Árbitro: Nicola Rizzoli (Fifa-ITA)
Auxiliares: Renato Faverani e Andrea Stefani (Fifa-ITA)
Renda/público: Não disponível
Cartões amarelos: Henrique (SAN) ; Leandro Domingues e Kurisawa(KAS)
GOLS: Neymar, 19?/1ºT (1-0); Borges, 24?/1ºT (2-0); Sakai, 54?/2ºT (2-1); Danilo, 63?/2ºT (3-1)

SANTOS: Rafael, Danilo (Bruno Aguiar, 45?/2 ºT), Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Arouca, Henrique, Elano (Alan Kardec, 14?/2º T) e Ganso; Neymar e Borges (Ibson, 35?/2º T). Técnico: Muricy Ramalho.

KASHIWA REYSOL (JAP): Sugeno, Hashimoto (Hyodo, 35?/2º T), Kondo, Masushima e Sakai; Otani, Kurisawa, Jorge Wagner, Leandro Domingues; Kudo (Kitajima, intervalo) e Tanaka (Sawa, 20?/2ºT). Técnico: Nelsinho Baptista.
ZH Esportes


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados