Sem brilho, Inter de Fernandão empata em 0 a 0 contra o Náutico no Beira-Rio - Agora Já -

Sem brilho, Inter de Fernandão empata em 0 a 0 contra o Náutico no Beira-Rio

Foto:
8 de agosto de 2012

E o Náutico conseguiu segurar o Inter em pleno Beira-Rio. Com uma atuação apática, o Inter empatou em 0 a 0 com os pernambucanos, na noite dessa quarta-feira. No domingo, o Inter receberá a Ponte Preta, possivelmente com a estreia de Juan, uma vez que Índio está suspenso, e com o retorno de Kleber.

Fernandão havia alertado para os perigos do Náutico, um time bem armado por Alexandre Gallo (de péssima passagem pelo Inter, em 2007), e que faz boa campanha no Brasileirão. Nos primeiros movimentos do jogo, o Inter teve alguma dificuldade para avançar sobre a zaga pernambucana. E até precisou contar o ataque adversário, de Kieza e Araújo, em alguns momentos.

A partir dos 15 minutos, quando passou a jogar com maior velocidade no meio-campo, o Inter conseguiu alguma consistência ofensiva. Forlán, em duas oportunidades, e Jajá, com um chute de fora da área, criaram boas chances para os donos da casa. Índio chegou a marcar, de cabeça, mas o gol foi anulado, por impedimento.

O Inter nem de perto lembrava aquele do primeiro tempo contra o Palmeiras. Jajá, responsável pela articulação, junto com Fred, cometia alguns erros de passe, não conseguia levar a bola à frente e, por vezes, permitia os contra-ataques. A torcida começou a impacientar-se. Bolatti, que substituiu o suspenso Elton, não conseguia dar a mesma dinâmica ao meio-campo.

No segundo tempo, com João Paulo e com Marcos Aurélio nos lugares de Bolatti e de Jajá, o Inter tentou ser mais agressivo. Mas foi o Náutico quem aproveitou-se da fraca apresentação colorada para marcar, com Araújo, mas o árbitro anulou o lance, anotando impedimento.

Com dificuldades para entrar na área do Náutico, o Inter conseguiu avançar com Nei, aos 20, mas o lateral caiu na área, após choque com Marlon. Nei chegou a perder a chuteira no lance. O árbitro não marcou o pênalti.

Sem força para pressionar o Náutico, o Inter passou a tentar o gol através de cruzamentos para a área, sem sucesso. Nem mesmo Forlán conseguiu se sobressair na pior partida do time de Fernandão.

 


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.