Tarso condiciona reunião com professores ao fim da greve - Agora Já -

Tarso condiciona reunião com professores ao fim da greve

25 de novembro de 2011

O governador Tarso Genro afirmou nesta sexta-feira que só vai receber representantes do Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul (Cpers) depois que for encerrada a greve do magistério gaúcho.

— Quando eles terminarem a greve, eles vão ser recebidos com todo o prazer — disse Tarso, durante uma cerimônia no Palácio Piratini.

A posição foi criticada pelos professores grevistas:

— O governador não sabe qual é o seu papel como governante, que seria de dirimir conflitos — afirmou a presidente do Cpers, Rejane de Oliveira.

Nesta sexta-feira, lideranças do sindicato formalizaram um pedido de audiência com Tarso para a tarde da próxima segunda-feira. Ontem o Cpers também tentou um encontro com o governo, mas os professores não foram recebidos.

O Cpers também avaliou a greve, que completa uma semana.

— A greve foi um avanço. Fizemos as pessoas conhecerem a nossa situação e os planos do governo — disse Rejane de Oliveira.

Hoje pela manhã, cerca de 20 professores e funcionários de escolas estaduais de Santana do Livramento, na Fronteira Oeste, se acorrentaram nas grades da 19ª Coordenadoria Regional de Educação para protestar a favor da implantação do piso nacional.

ZERO HORA


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados