Tarso crê na aprovação da lei que reduz dívidas de estados em 2013 - Agora Já -

Tarso crê na aprovação da lei que reduz dívidas de estados em 2013

Foto:
29 de novembro de 2013
Depois de ter a votação adiada, o projeto que muda o índice de correção dos débitos dos estados e municípios com a União deve ser votado no máximo em duas semanas, acredita o governador Tarso Genro. Em entrevista à Rádio Guaíba na quinta-feira, ele afirmou que as tratativas com os senadores têm avançado e se mostrou confiante de que a presidente Dilma Rousseff possa sancionar o projeto ainda neste ano.
“A informação que eu tenho é de que esse projeto será votado na próxima quarta-feira ou no máximo na outra. Eu tenho trabalhado diuturnamente na relação com os deputados. Ontem ainda falei com o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). O nosso senador Paim (PT-RS) tem trabalhado muito nesta questão. Não há dissenso no congresso para a votação. O que havia era a pretensão de colocar uns ganchos com outras questões, que nós estamos negociando com os senadores para que isso não ocorra e a presidente possa sancionar o projeto ainda neste ano”, declarou.
Pelo texto aprovado na Câmara dos Deputados em outubro, o indexador passará a ser o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mais 4% ao ano ou o limite máximo da taxa Selic. Atualmente, as dívidas são corrigidas pelo IGP-DI somado a 6% a 9% ao ano. Outro ponto adotado vai permitir que estados recalculem as dívidas abatendo a diferença quando o indexador adotado em operações anteriores superou a Selic, que é referência máxima das operações.
Na quinta, Tarso Genro embarcou rumo à China. O destino será a capital chinesa, Pequim, e as cidades de Xangai e Wuhan. Além do Governador, 70 pessoas integram a missão, entre secretários de Estado, deputados, prefeitos, empresários e representantes de três universidades com parques tecnológicos. Entre os objetivos da viagem está buscar parceiros para construção do metrô de Porto Alegre.
“A nossa agenda tem três andares. Um é a busca de intercâmbios de empresários, que visa à transferência de tecnologias entre empresas. O segundo, nós estamos apresentando um conjunto de projetos do Estado que estão começando e podem despertar interesse dos chineses a médio e longo prazo. O terceiro, extremamente importante e que já está consolidado, a proposta já está em andamento, é a construção do metrô, que é outra oportunidade para as empresas deles se associarem as nossas que vão participar da construção do metrô”, declarou.

(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.