Trio ofensivo não funciona e Inter empata com a Portuguesa - Agora Já -

Trio ofensivo não funciona e Inter empata com a Portuguesa

Foto:
19 de agosto de 2012

O Inter saiu na frente com um gol do estreante Juan, mas não conseguiu segurar o resultado positivo frente à Portuguesa. Os colorados viram dois pontos escaparem no Canindé quando Marcelo Cordeiro empatou em cobrança de pênalti, definindo o 1 a 1, neste domingo.

Com o resultado, o Inter fica com 31 pontos e desperdiça a oportunidade de encostar no Grêmio. São três pontos de desvantagem que mantém o Colorado na quinta posição. Já a Lusa chegou ao oitavo jogo sem derrota e passou a somar 21 pontos, na 13ª posição.

Apesar das expectativas com a criação de jogadas ofensivas do Inter, setor reforçado com a chegada de Leandro Damião, o primeiro tempo foi de poucas chances claras para ambas as equipes. A Portuguesa tentou fazer valer o fator local e pressionou a saída de bola colorada, mas isso não se traduziu em chutes a gol.

O lance de maior perigo, por sinal, aconteceu numa jogada de surpresa antes do primeiro minuto de jogo ser completado. A Portuguesa tentou subir na velocidade com Ananías. Ele invadiu a área e ficou frente a frente com Muriel, mas o goleiro do Inter foi rápido em sair do gol para abafar o lance.

Colorado tem dificuldades na articulação

O Inter conseguiu ameaçar apenas aos 10 minutos de jogo, na bola parada. Por sinal, foi nesse fundamento que surgiram as poucas oportunidades coloradas e não na articulação de jogadas. Forlán cobrou no primeiro pau para a tentativa de cabeceio de Damião, mas a zaga da Portuguesa afastou. No lance seguinte, Damião tentou um chute de longe, mas a bola subiu demais, sem perigo para o goleiro Dida.

Aos 21, Dida salvou a Lusa para o alívio do Canindé. Kléber recebeu na entrada da área, fintou o zagueiro e chutou à queima roupa, mas o goleirão espalmou no reflexo. A bola sobrou para Damião, que disparou no rebote com o goleiro caído, mas acertou a trave. O contragolpe mostrou uma falha do Inter na primeira etapa. A bola foi duas vezes mal recuada para Muriel, que precisou se virar para despachar sem levar o gol.

O Colorado teve mais duas chances em bola parada, todas cobradas por Forlán. Mas a zaga da Lusa estava atenta e não apareceu o projetado poderío aéreo do time de Fernandão, com Rafael Moura e Damião.

Zagueiro tem estreia de goleador

Para o segundo tempo, Juan teve a oportunidade de estrear com a camisa colorada. Ele entrou no lugar do volante Elton. Depois de um começo de segundo tempo cadenciado e fechado, parecia ganhar ares de predestinada a “premiere” do experiente defensor. Aos 27 minutos, foi de sua cabeça que partiu a primeira bola a estufar as redes. Kleber cruzou para a pequena área e o zagueirão mostrou excelente antecipação. Ele se desmarcou e subiu com tranquilidade para fazer o gol em sua estreia. A resposta, contudo, foi imediata da Portuguesa.

Aos 31 minutos, Bruno Mineiro tentou uma bicicleta na área. Saiu esquisita e desequilibrada, mas a bola tirou tinta da trave de Muriel. Quatro minutos depois, contudo, o árbitro marcou pênalti para a Portuguesa em tentativa de desarme de Índio. Marcelo Cordeiro cobrou de chapa quase no meio, mas Muriel escolheu o canto errado e caiu para o lado oposto ao da bola, era o empate.

Fernandão já havia recomposto a tática tradicional do Inter, com Fred no lugar de Rafael Moura, mas ainda tentou uma última cartada rumo ao ataque. Jajá entrou no lugar do volante Ygor. Aos 42 minutos, alguns colorados chegaram a iniciar um grito de gol, e seria o primeiro de Forlán, mas o chute do uruguaio enganou por seu efeito. A bola bateu no suporte da goleira e morreu nas redes, dando a impressão que tinha entrado no ângulo. Mas, em verdade, já tinha saído em tiro de meta.

 


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.