Uma vida sem fronteiras: o direito estudantil e o exemplo de logística Europeu - Agora Já -

Uma vida sem fronteiras: o direito estudantil e o exemplo de logística Europeu

7 de novembro de 2017

Uma das melhores oportunidades em um intercâmbio acadêmico é poder viajar. Na Europa o sistema de transporte é bastante desenvolvido, motivo pelo qual é possível viajar de um país para o outro em poucas horas.

Considerando a vida de estudante, a qual não dispõe de todas as comodidades, aqui na Europa existem descontos para quem possui diferentes condições de vida. Assim, portando a carteirinha de estudante podemos conseguir passagens com até 51% de desconto em trens, além de descontos variáveis conforme a empresa em passagens de ônibus ou avião.

Ocorre, que muitas pessoas acham impossível viajar sem gastar muito, ainda mais se formos para a zona do Euro, Libra ou Dólar, em que precisamos converter entre 4 e 5 reais ao equivalente a “1 real” na moeda estrangeira, multiplicando os custos de vida, de transporte, aluguel, comida, etc., em mais de quatro vezes.

Normalmente, os marinheiros de primeira viagem esquecem de incorporar aos preparativos das viagens, as taxas cobradas pelo mercado e o imposto cobrado pelo governo brasileiro (IOF-6,38%). Deste modo, acabam levando sustos quando os imprevistos aparecem. Portanto, uma sugestão para quem pretende sair do país é pesquisar bem o valor da conversão das moedas antes de ir para o seu destino. Talvez, adquira um cartão pré-pago e vá carregando ele todos os meses, como se fosse uma poupança, para evitar converter o dinheiro todo de uma só vez, pois em cima da hora, muitas vezes, é preciso converter o real, que é desvalorizado em relação às moedas já citadas, com uma cotação desfavorável, ocorrendo uma “perda” significativa de dinheiro, a depender da variação da cotação da moeda e do valor convertido.

Não obstante, a organização e o exercício do direito estudantil de “meia entrada” facilitam a realização de viagens em território europeu. Com uma boa pesquisa, é bem provável achar uma passagem de avião por menos do que R$100,00. Particularmente, cheguei a me assustar quando consegui uma passagem, por incríveis R$35,00 de ida da Polônia até a Inglaterra, algo que aconteceu quando me organizei para ir à Londres na semana passada. Portanto, contando o translado de ônibus, trem e avião, a moradia e alimentação é possível realizar uma viagem sem morrer pagando prestações.

Esse é o exemplo da Europa, que além de muitos locais estonteantes para visitar, possibilita uma vida sem fronteiras, ainda que estejam em diferentes condições de vida.


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados