Veículo capota na madrugada de hoje nas proximidades da piscicultura Calegaro - Agora Já -

Veículo capota na madrugada de hoje nas proximidades da piscicultura Calegaro

Foto:
14 de janeiro de 2012

Um acidente de veículo com danos materias foi registrado na madrugada de hoje(sábado-14) na Zona Urbana de Panambi, na BR 158, altura do Km 156,5, a quinhentos metros da Piscicultura Calegaro. Motorista não possuía habilitação e apresentava sintomas de embriagues.
O acidente ocorreu as 05h10min e envolveu o veículo Ford Del Rey Guia, de cor cinza e placas IFP-7015, que era conduzido por E. M. dos S., residente em Panambi no Bairro Wolgien, o qual não possui habilitação para dirigir veículos automotores, e segundo informação dos policiais da Brigada Militar e os Agentes da Polícia Rodoviária Federal que atenderam a ocorrência, apresentava visíveis sintomas de embriagues. O veículo trafegava no sentido Panambi-Condor, tendo seu condutor(inabilitado) informado que perdeu o controle do mesmo saindo da pista para a direita, ao descer para o acostamento, teria se assustado e puxado o veículo para a esquerda, ou seja, para dentro da pista e aí o veículo acabou desgovernando-se atravessando a pista e capotando, ficando com o rodado para cima. 
Ao lado do veículo, nota-se através de fotos a existência de uma pedra gigante, desviada ao acaso e por muita sorte do condutor. Um choque com este obstáculo, poderia ter resultado em circunstâncias bem mais desastrosas, inclusive com relação a integridade física do condutor.
A Brigada Militar controlou o trânsito até a chegada dos Agentes da Polícia Rodoviária Federal de Cruz Alta, os quais realizaram o procedimento de autuação do veículo por não estar com o licenciamento em dia e seu condutor por não possuir habilitação e dirigir veículo com sintomas de embriagues apesar de o mesmo ter se negado a realizar o teste de etilometro(bafômetro). O veículo foi recolhido pelo Guinchos Marcon ao Depósito do Detran onde permanecerá até que sua situação seja regularizada. 
O motorista não aceitou ser medicado, mesmo com o comparecimento dos profissionais de saúde no local. Ele preferiu não ser conduzido ao Pronto Socorro para a realização de exames quanto a suas condições de saúde.


(55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

    Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados
    error: Conteúdo protegido! Cópia proibida.