VELHOS LOBOS...PARTE I I - Final - Agora Já -

VELHOS LOBOS…PARTE I I – Final

21 de novembro de 2011

Já que velhas práticas devem ser banidas, e que ninguém é um ente estático ineficaz, sei que “Gente vale mais que dinheiro e exemplo fala mais que mil discursos” e por isto tenho por passatempo observar “velhos Lobos”, lendo a inteligência destes em meio a um cenário onde exercem a função de simples soldados na construção de um projeto, e para tal promovem a estrela principal alguém que sequer sonha como foi promovido aquele grau.
Confesso, vinha me divertindo com a balburdia do Congresso Nacional, completamente sem direção, um bando de marmanjos mimados e mal criados, cada um jogando areia no doce do outro, a tal ponto que a mídia não tirava mais os holofotes de cima deles. Como não tem dor que nunca acabe e nem alegria que dure para sempre, chamaram um soldado para colocar ordem da casa, até comentei no inicio do ano que estava esperando para ver, qual seria o preço para incorporar ele a equipe, até teimaram, confesso demoraram a levar ele. Mas enfim agora o Congresso está com o soldado que foi designado com o objetivo específico, credenciado e avalizado para lá para construir pontes, unificar, avançar e, desta forma, em menos de um mês após ter assumido a mídia já não mais centraliza sua pauta lá.
Quem estragou a diversão foi um Velho Lobo, alguém que respeito pela sua trajetória de um menino humilde que foi engraxate em Canela, sua cidade natal, para mais tarde ser Ministro, sem ter perdido a humildade de trabalhar como soldado na defesa de seus ideais e de seu partido. O então candidato a Deputado Federal Eliseu Padilha deve ter se distraído trabalhando pela consolidação da aliança entre PMDB e PT para a eleição da nossa Presidenta Dilma e o resultado das urnas lhe credenciaram como suplente. Porém uma Câmara de Deputados disputando belezas sem sair da mídia, sem conseguir avançar, necessitava de um Líder incontestável para fazer tal trabalho, e a solução foi buscar o soldado e, para tal, o Mendes Ribeiro foi promovido a Ministro da Agricultura e somos obrigados a concordar: Padilha o Congresso sentiu falta de tua liderança, pois depois de tua chegada (que raros perceberam) a mídia esqueceu-se dos deputados.
Com isto fica o recado de que os holofotes são uma fonte importante de informação, mas não podem ser tomados como verdadeiros ou necessariamente positivos. Resta para mim a lição de que os fatos demandam análise crítica e é preciso buscar corroborá-los com evidências intrínsecas e lembrar que nem sempre a laranja da amostra é a fruta mais nutritiva da feira.
Assim, a incumbência de nossos líderes é trazer a todos nós homens e mulheres livres e honrados irmanados no espírito fraternal os princípios que no coletivo e individual nos fazem crescer e prosperar: o amor a pátria; o trabalho; a verdade; o conhecimento; a justiça; e, para nós que cremos em Deus, proclamar a existência deste que tudo criou. Falando nisto aqueles que você contratou para quatro anos, em tese, estão cumprindo sua função? Os feitos conseguidos atendem as tuas expectativas?


Rua Barão do Rio Branco, 1012, sala 205 - Centro - Panambi - RS (55) 3375-8899, (55) 99118-5145, (55) 99119-9065

Entre em contato conosco

Copyright 2017 ® Agora Já - Todos os direitos reservados